Como usar o Método do Pote para economizar

Como usar o Método do Pote para economizar

Como usar o Método do Pote para economizar

A origem da teoria é um tanto misteriosa, mas o fato é que o Método do Pote para economizar pode ser eficiente como diagnóstico financeiro, mostrando como você gasta seu dinheiro. Ao colocá-lo em prática, pode organizar suas finanças de forma mais fácil do que imagina.

Para a estratégia de poupar dar certo, é preciso se manter disciplinado. Foto da Internet

Como funciona o Método do Pote para economizar

O esquema funciona com seis potes e o que eles representam na vida do indivíduo. Cada um possui um percentual relativo a alguma área do cotidiano e a quantia que cada recipiente deve receber – não importa quais sejam os seus rendimentos.

O Método do Pote para economizar determina que o primeiro recipiente seja chamado de necessidades básicas. Essa parte da vida representa 55% do seu orçamento mensal, seja qual for a sua atividade profissional. O valor depositado aqui deve ser usado para aluguel, água, luz, alimentação, meios de transporte (inclui combustível), dívidas e os impostos. São os gastos fixos.

O segundo pote é chamado de entretenimento e recebe 10% do seu orçamento por mês. Cabe a você escolher como essa quantia será gasta: bar, cinema ou restaurante, por exemplo. Importante lembrar que as férias também entram nesta contagem.

O Método do Pote considera o terceiro pote como poupança em longo prazo. Ele também contém 10% dos seus rendimentos. A ideia é que você consiga investir esse dinheiro em aplicações, por exemplo. A razão está na conquista da liberdade financeira com o passar dos anos.

O quarto pote é reservado para a educação e compromete 10% do seu orçamento mensal. A palavra-chave aqui é investimento. E o mais importante: ele deve obrigatoriamente ser feito em você. Estude, faça cursos, especializações. Invista no seu aprimoramento constantemente.

As reservas particulares ficam com 10% dos seus rendimentos no mês. A quantia desse quinto pote deve ser destinada para adquirir algo grande e importante, como um carro.

Por último, vem o sexto pote: caridade e presentes. Os 5% do seu orçamento devem ser poupados para quando você precisa dar presentes aos sobrinhos que fizeram aniversário, aos amigos que vão casar ou em datas comemorativas. Se você ajuda alguma instituição carente, é desse potinho que deve sair a contribuição.

Resumo do Método do Pote para economizar

  • Pote 1: necessidades básicas – 55% do seu orçamento mensal para aluguel, água, luz, alimentação, meios de transporte e impostos.
  • Pote 2: entretenimento – 10% do seu orçamento mensal para diversão, cultura e férias.
  • Pote 3: poupança em longo prazo – 10% do seu orçamento mensal para investir e conquistar a liberdade financeira.
  • Pote 4: educação – 10% do seu orçamento mensal para investir em você.
  • Pote 5: reservas particulares – 10% do seu orçamento mensal para grandes aquisições.
  • Pote 6: caridade e presentes – 5% do seu orçamento mensal para presentear amigos e familiares ou para destinar contribuições a instituições carentes.

O que achou da proposta do Método do Pote para economizar? Compartilhe as dicas!

By | 2018-11-12T18:05:37+00:00 November 12th, 2018|Finanças|0 Comments

Leave A Comment