Entenda como é o cálculo dos juros de mora de boletos

Entenda como é o cálculo dos juros de mora de boletos

Entenda como é o cálculo dos juros de mora de boletos

Entenda como é o cálculo dos juros de mora de boletos

Quem já atrasou uma conta, principalmente boletos bancários, certamente já passou pela experiência do susto ao ver o valor corrigido. E o susto traz na carona a dúvida sobre o valor. Para evitar qualquer tipo de mal entendido, entenda como são calculados os juros de mora das contas que você paga.

O que são juros de mora?

Em um português bem claro, os juros de mora são uma cobrança por atraso de pagamento, permitida por lei para evitar calotes aos credores. Sabendo da cobrança de juros, os devedores diminuem as chances de esquecer os pagamentos.

Na prática, funciona como uma espécie de indenização pelo atraso da dívida. Os juros de mora podem ser convencionados entre as partes ou, na ausência de convenção, serão aplicados os os juros definidos por lei.

Há uma série de taxas que são cobradas além dos juros de mora. Foto: iStock, by Getty Images

Calcule, você mesmo, os juros de mora

Se você não se convenceu do valor calculado pelo atendente do estabelecimento onde foi pagar seu boleto em atraso, calcule você mesmo. Como existe diferença entre os boletos bancários, comece olhando as instruções no próprio documento.

É importante observar que há uma série de taxas que são cobradas além dos juros de mora como, por exemplo, juros de financiamento, multa por atraso e Imposto sobre Operações Financeiras (IOF). Tudo o que estiver descrito no seu boleto entra no cálculo. Mas, inicialmente, observe os valores a multa por atraso e os percentuais de mora diária.

De acordo com a lei, a multa por atraso corresponde a 2% do valor do boleto, enquanto os juros de mora representam 1% pro-rata, que significa um valor fracionado que será aplicado sobre a quantidade de dias em atraso.

Na prática, você precisa contabilizar o valor da fatura em atraso, mais 2% de multa (ou o valor que constar no boleto, caso haja uma convenção entre as partes), mais 1% ao mês pro-rata.

Se você tiver, por exemplo, um boleto no valor de R$ 100, com cinco dias de atraso, a multa será de R$ 2 (que equivale a R$ 2). Se os juros de mora são de 1% ao mês, considerando um mês de 30 dias, esse percentual deve ser divididos pelos 30 dias. Assim, 1% de R$ 100 é igual a R$ 1, que dividido por dia fica R$ 0,03. Esse valor será multiplicado por cinco (quantidade de dias em atraso), resultado em R$ 0,15.

Para saber o valor total da conta, basta somar os R$ 100 da fatura, mais os R$ 2 da multa, mais os R$ 0,15 de juros de mora. Essa soma resultou em R$ 102,15. Pode parecer difícil, devido a uma série de termos técnicos utilizados pelo sistema bancário, mas na verdade é simples.

By | 2018-10-19T18:05:45+00:00 October 19th, 2018|Finanças|0 Comments

Leave A Comment